31 outubro 2006

O sonho: noivo e noiva


Tem certas coisas que quando acontecem eu não dou muita bola, acho que na hora eu não entendo bem, mas depois.... Ah, depois é que realmente faz sentido. É esse o caso da vez. Quinta-feira (26/10) eu tive um sonho que mesmo refletindo sobre ele, eu preferi ignorá-lo. Vou contar, porque passou a ter sentido pra mim.

Sonhei que estava no templo e lá estávamos reunidos com o “noivo”. Todos olhamos para ele, congregando ali entre nós e ficamos felizes. A pastora da igreja anunciou que o “noivo” escolheria naquela noite a sua noiva. Celebramos muito com danças e louvores. Então foram separados os candidatos a “noiva”. Eram todos jovens, tanto rapazes como moças. Eles foram todos apresentados ao restante dos fiéis que apenas contemplava o que acontecia ali. E eu era uma candidata a noiva, só que eu não fui lá na frente do templo ser anunciada.

Os candidatos saíram e foram a um salão de cabeleireiros onde tiveram seus cabelos lavados e ganharam uma toalha azul, sendo que a toalha dos rapazes tinha um tom azul mais escuro que a das moças. E eu que não fui com o grupo, não tinha a cabeça molhada e nem toalha, mas havia uma grande certeza no meu coração de que eu seria A ESCOLHIDA. Então, pedi a um rapaz a toalha dele, ele me deu e se sentou no meu lugar. Eu cobri meus cabelos com a tolha, como se fosse um véu, para que ninguém percebesse meus cabelos secos.

Todos os candidatos subiram ao altar do templo e os líderes conduziram o povo a orar. No altar, me deitei com o ventre para baixo e um cântico muito bonito foi ministrado a mim pelo Espírito Santo e eu cantei. Eu cantava em línguas, mas tinha a tradução simultânea das palavras. (Lembro-me que falava que Deus é Único, Soberano e Todo-Poderoso. ) Enquanto eu cantava, a Igreja permanecia em silêncio, ouvindo e adorando. Ao final do cântico, eu anunciei que a canção se chamava A personalidade de DEUS.

Então, o “noivo” se levantou. A pastora perguntou quem era a sua escolhida, ao que Ele respondeu: a minha “noiva” já me conhece, eu não tenho o que escolher, não tem como eu escolher uma “noiva”. Assim acabou-se o culto. No final, o “noivo” veio conversar comigo e eu queria apenas desfrutar da companhia, da presença e da intimidade dele. Eu tive novamente a certeza de que eu era a “noiva”.

Acabou-se assim. Alguém interpretou para mim que o “noivo” do sonho é Jesus Cristo e sua “noiva” é a Igreja (os que vivem na mesma fé em DEUS). Quando Ele vem para estar junto com sua “noiva”, é porque Jesus já teria voltado. Assim, não haveria mesmo uma escolha de “noiva” a fazer, porque já estaria bem claro quem era Igreja e quem não, tanto é que no sonho há pessoas no templo se contentando em ser apenas espectadores. Estes representariam aqueles que estão nos templos, mas que efetivamente decidiram se candidatar, ou melhor, viver como “noiva”, como Igreja realmente.

Marcadores:

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial